Mês: janeiro 2017

A importância do acompanhamento nutricional do idoso.

A importância do acompanhamento nutricional do idoso.

Segundo dados do IBGE, a expectativa de vida dos brasileiros vem aumentando, e por isso é fundamental promover qualidade de vida durante o processo de envelhecimento. Nessa fase da vida, cuidados com a alimentação e acompanhamento nutricional do idoso se tornam fundamentais, pois é quando ocorrem mudanças fisiológicas significativas que prejudicam a nutrição adequada para o idoso.

Dificuldades de mastigação, deglutição, diminuição de apetite e de paladar, além de fatores emocionais, são aspectos que interferem diretamente na aceitação das refeições, o que ocasiona prejuízos no estado nutricional do idoso e leva à falta de nutrientes.

A nutrição adequada

É comprovado através dos impactos que o acompanhamento nutricional do idoso, tem grande representação na saúde do mesmo, pois o tipo de dieta impacta no surgimento e no controle de doenças. Portanto, a prescrição da dieta para um idoso deve ser realizada por um profissional de nutrição e requer uma análise detalhada de diversos aspectos da vida e da saúde do mesmo. Além disso, a dieta deve ser individualizada buscando atender sempre às necessidades nutricionais.

Quando o idoso mora sozinho, a alimentação adequada é um desafio, tendo em vista o fato de existirem no mercado muitas opções de alimentos prontos e com baixo valor nutricional. Outra fato que requer atenção é quando o idoso deixa de realizar alguma refeição, não ingerindo a quantidade adequada de energia e principalmente, de proteína, tão necessárias para manter um estado nutricional saudável.

Em uma ILPI – Instituição de Longa Permanência para Idosos, o residente recebe o atendimento nutricional ideal, pois ele é assistido periodicamente por uma equipe capacitada, além de ser orientado quanto as suas escolhas. Caso o estado nutricional não esteja adequado, sua alimentação pode ser complementada de forma individualizada, visando sempre a recuperação nutricional do idoso.

 

Baixe nosso E-book, Hora de decidir! Ele vai lhe ajudar!

cta_e-book_hora_de_decidir_sba_residencial_baixe_aqui_sem_baixe_aqui

Residencial para idosos e o sentimento de culpa

Residencial para idosos e o sentimento de culpa

Há momentos em nossa vida em que precisamos tomar decisões difíceis que vão de encontro a valores culturais e crenças incutidas socialmente. Isso ocorre geralmente quando nos deparamos com entes queridos que envelhecem, por vezes adoecem e estão sob nossa responsabilidade. Pensar na possibilidade de um residencial para idosos pode gerar um sentimento de culpa. Em alguns casos não recebemos o apoio e auxílio esperados de outros familiares e responsáveis, e nos vemos diante de um impasse: como dar a assistência necessária a alguém que se mostra cada vez mais dependente e precisando de cuidados especiais, sabendo que residenciais para idosos podem fazer esse serviço de certa forma, melhor do que eu.

O primeiro passo é refletir sobre o “não consigo”, este é o primeiro sinal a ser identificado e pode viabilizar a criação de novas estratégias que melhorem a condição de vida dos familiares envolvidos (pais que necessitam de cuidados e filhos cuidadores, esposos de filhas cuidadoras, filhos de filhas cuidadoras, etc.)

Após refletir sobre as necessidades do idoso e suas condições para atende-las, é que nós entramos em contato com as emoções, e a culpa é uma das mais prevalentes.

O sentimento de culpa deve ser superado por um sentimento de respeito e atenção com aquele que se preocupou com pessoas durante uma vida.

Outro ponto importante a ser levado em consideração é: cuidar ou dividir os cuidados com profissionais especializados ou um residencial para idosos, sempre com a premissa de que a mudança promoverá o bem-estar do idoso.

Pensar em estratégias e soluções que possam ir de encontro à satisfação de todos os membros familiares é a forma mais saudável de se viver, haja vista o fator tempo e atribuições do mundo moderno, que precisam ser administradas para que todos gozem plenamente de suas vidas, o que é um direito individual e merece a devida reflexão.

Quer mais informações e dicas para a hora de decidir sobre um residencial de idosos? Baixe agora nosso E-book!

cta_e-book_hora_de_decidir_sba_residencial_baixe_aqui_sem_baixe_aqui

DOE A SUA NOTA FISCAL PARA O SBA GIRASSOL

Quando você faz compras e pede a NOTA FISCAL, peça algumas sem CPF e doe para o SBA Girassol.
A sua doação irá fazer com que mais crianças sejam aceitas na creche, mais adolescentes sejam matriculados e tenham a oportunidade de aprender uma profissão e possam partir para o mercado de trabalho e não para as ruas.
É em um simples gesto que você pode mudar a vida de muitas crianças e adolescentes.
Acesse o nosso site e entre na página do Girassol, você vai se surpreender com o número de pessoas atendidas e com a sua ajuda este número vai dobrar.
Como você deve fazer: A Nota Fiscal para ser válida precisa ser cadastrada até o 15º dia do mês posterior ao mês da sua emissão, portanto deposite nas urnas as suas notas fiscais. Não é permitido indicar o CNPJ da SBA no momento da compra e sugerimos os cupons fiscais que dão maior retorno, sendo: roupas, calçados, joalherias, acessórios, restaurantes, bares e lanchonetes, artigos de cama, mesa e banho, petshops, óticas, móveis e brinquedos.

As urnas se encontram na Cafeteria, Recepção do Hellner e Restaurante.
As Crianças e os Adolescentes do Girassol já deixam aqui o seu MUITO OBRIGADO!

PASSEIO AO TEMPLO ZU LAI

O Templo Zu Lai, situado em Cotia na região metropolitana de São Paulo, é o primeiro templo do Monastério Fo Guang Shan na América Latina. O Templo Zu Lai foi criado para manter a tradição de realizar regularmente as práticas e cerimônias das Escolas de pensamento budista Chan e Terra Pura, oficiando cerimônias de “Oito Preceitos” e retiros de meditação. O SBA Residencial organiza estes passeios sempre buscando locais diferentes onde os idosos podem vir a aproveitar sempre o lado cultural, religioso, vivenciando experiências inusitadas no dia a dia.
Clique para ver as fotos!

Passeio Templo Budista Zu Lai / Google Photos

A CAMPANHA HIDRATE-SE COMEÇOU

A Dra. Daniela Gomez abriu em 12/01/17 a Campanha Hidrate-se que tem por objetivo incentivar os nossos moradores a beberem mais líquidos neste verão. Com uma apresentação interativa, Dra. Daniela, Samara (nutricionista) e Jessica (enfermagem), explicaram os benefícios de tomar bastante liquido e os prejuízos sem ele. Foi explicado que podemos substituir a água por chás claros, leites, águas de coco, sucos, e até frutas como melancia, melão, uva e abacaxi.
A enfermagem vai acompanhar os moradores para verificar se eles estão realmente se hidratando, ou sendo hidratados. Controles foram elaborados para que tenhamos um verão saudável para todos nós.
Nos 3 meses de verão intenso será oferecido, de segunda a sexta, sempre às 15h, na cafeteria nova, sucos, frutas e águas aromatizadas a todos os moradores. Basta comparecerem. Confiram as fotos de quem já participou e gostou muito!
A Equipe Médica e Nutricional sugere a todos os funcionários e familiares que bebam também pelo menos 8 copos de água e ou líquidos por dia.
Clique na primeira foto para acessar o álbum.

Palestra da Campanha Hidrate-se / Google Photos

TRIO INCANTO

Sonia Brant Oppenhein, filha da moradora Sra. Hanna Brant e membro do TRIO IN CANTO, nos presenteou na tarde de sábado cantando músicas que encantaram a todos.
Formado há mais de dez anos, o Trio In Canto foi criado inicialmente como um trabalho voluntário junto aos idosos.
O trio, composto por Lea, Sonia e Vanessa, expandiu suas ações para shows e eventos na comunidade judaica, e devido aos constantes pedidos das pessoas que as ouvem semanalmente, surgiu o projeto e execução do primeiro CD.
A música que inicia todas as apresentações do Trio, Mi Sheberach, é um tributo à cantora e compositora Debbie Friedman, que inspirou o trio a iniciar sua jornada.
Com direção do maestro Beny Zekhry, Lea, Sonia e Vanessa, cantam em hebraico, iidishe, inglês, português, etc, músicas e preces que despertam lembranças da história judaica e da história pessoal de cada um.

Trio In Canto / Google Photos

DEPARTAMENTO DE VOLUNTARIADO

O novo grupo de Voluntários está no SBA Residencial às segundas, terças, quartas e sábados para visitar, conversar e integrar os moradores.
Nosso objetivo, como SBA, é crescer com o Novo Voluntariado, criando novos setores, trazendo alegria e proporcionando bem-estar aos nossos residentes.
Se você conhece alguém que queira ser Voluntário, agora é o momento. Novas inscrições estão abertas.
Ligue para 3724-9774 e pergunte para a Ana Claudia ou Adna, como fazer para se inscrever.
Confira as fotos

Visitas dos Voluntariados da SBA / Google Photos
Residencial para Idosos: Uma opção a ser considerada

Residencial para Idosos: Uma opção a ser considerada

Você já se perguntou sobre o que seus entes queridos precisam quando envelhecem ou adoecem? Que tipo de cuidados e tratamentos são mais adequados em determinados momentos da vida? Essas e outras questões surgem geralmente quando você se depara com elas e não tem condições de lidar com essas situações delicadas, seja por despreparo ou dificuldades diversas. Neste momento, talvez seja a hora de pensar em um Residencial para Idosos que o acolha e lhe dê o suporte necessário.

Pesquisas mostram que estamos vivendo muito, e precisamos nos preparar para esta nova realidade que se apresenta. Esta é uma mudança cultural importante e que levará tempo para adaptações. A falta de preparo em relação ao cuidar e tratar dos entes queridos que envelhecem, pode ser difícil.

Pensando neste cenário de estresse que o familiar possa estar enfrentando, um residencial para idosos se torna um diferencial, pois é possível trocar experiências e receber orientações que facilitam a aceitação de perda de saúde gradativa.

É de grande valia o fato de ter com quem contar nos casos de maior dificuldade para cuidar e prestar ao idoso a assistência necessária, seja uma velhice sadia ou não. Buscar informações sobre a proposta apresentada pelos residenciais para idosos podem proporcionar esclarecimentos imprescindíveis. Além disso, os profissionais que trabalham em um residencial e as outras famílias que passam pela mesma situação, podem compartilhar as preocupações em relação ao cuidado.

 

Cuidados que você gostaria de prestar e que o idoso merece receber.

Satisfazer as necessidades do idoso é algo complexo, haja vista este ter uma história de vida a ser respeitada. Perceber-se inapto, cansado e contrariado é algo que, por vezes, pode gerar angústia e pontos delicados na relação com o idoso, principalmente quando você reside na mesma casa sendo seu único cuidador.

Outro ponto, é dar a ele a devida assistência em sua própria casa e ter o controle sobre a vida dele à distância, sob os cuidados de profissionais que possam acompanhá-lo no processo de envelhecimento e perda da funcionalidade. Na maioria dos casos há um desgaste e preocupação de natureza diversa, que mantém você alerta todo o tempo. Os residenciais para idosos podem estar alertas por você e dar-lhe toda o respaldo necessário nos casos mais emblemáticos e difíceis.

Pensando neste cenário e no que um residencial para idosos se propõe a realizar, é extremamente importante refletir sobre a oportunidade de mudança de vida que o seu ente querido poderá ter com um novo cotidiano mais saudável, onde se divide responsabilidades e se respeita limites.

Quer mais informações e dicas para a hora de decidir sobre um residencial de idosos? Baixe agora nosso E-book!

cta_e-book_hora_de_decidir_sba_residencial_baixe_aqui_sem_baixe_aqui

Como convencer sua família que o idoso precisa de uma atenção especial

Perceber que nossos familiares estão envelhecendo não é tarefa fácil, já que temos a impressão que o tempo para aqueles que amamos não passa, ou passa muito mais lentamente do que para os demais. Nossa percepção de tempo e envelhecimento vai de encontro à história de vida e experiências que adquirimos, mas muitas vezes, demoramos parar ver que o envelhecimento está chegando para alguém que amamos.

Prestar atenção no envelhecimento de um familiar, ajuda a sinalizar aos demais familiares  que o idoso necessita de uma atenção especial ou até mesmo de um residencial para idosos, onde vai receber uma assistência profissional a partir daquele momento.

Perceber e aceitar limitações

Perceber e aceitar limitações é o primeiro passo para convencer sua família que o idosos precisa de uma atenção especial. Iniciar a prestação dos cuidados com alimentação, remédios, consultas, terapias e demais estratégias que componham e melhorem a qualidade de vida do idoso,  pode auxiliar  os demais membros da família a se sensibilizarem sobre mudanças em curso. Desta forma, eles começam a entender que o idoso tem a necessidade de uma atenção diferenciada, além de cuidados específicos que um residencial para idosos pode oferecer.

Envolvimento dos familiares

Trazer os demais familiares para a realidade, apresentando-lhes a rotina do idoso, como por exemplo o acompanhamento em consultas médicas e exames, contribuem para que possam compreender melhor sua rotina diária e alterações fisiológicas.

Entendimento das dificuldades

Entrar em contato direto com as dificuldades, limitações e mudanças causadas pelo envelhecimento e adoecimento são estratégias eficazes para convencer os familiares de que o idoso precisa de cuidados especiais, fazendo-os perceber que estes cuidados não podem mais ser administrados em casa sem assistência especializada de médicos, cuidadores e profissionais de clinicas ou de um residencial para idosos.

Profissionais especializados

Perceber-se impossibilitado ou inapto a prestar cuidados a um ente querido não é tarefa fácil. Pensar em possibilidades de dividir tal atenção com profissionais especializados em locais próprios, para que eles possam dar ao idoso a atenção que ele necessita, é algo de extrema importância, mais ainda quando envelhecer se torna sinônimo de fragilidade.

Tais decisões podem dar subsídios verdadeiros e coerentes sobre o melhor a ser realizado para quem você ama neste contexto ainda desconhecido pela maioria de nós, chamado, de “velhice”.

Quer mais informações e dicas para a hora de decidir sobre um residencial de idosos? Baixe agora nosso E-book!

cta_e-book_hora_de_decidir_sba_residencial_baixe_aqui_sem_baixe_aqui